Novo integrante do Folk brasileiro, Léo Vieira, segue numa estrada metade de terra e metade asfaltada.

 

As influências do pop, rock e blues não podem esconder nas suas canções o cheiro de mato e de terra molhada que vem do coração rural de Léo Vieira, natural de Blumenau/SC.

Desde o seu primeiro contato com a música aos 13 anos, já demonstrava que o seu som ficaria em algum lugar entre as modas de viola que ouvia nos encontros de família e o rock brasileiro de Raul Seixas, primeira sonoridade que despertou sua inclinação musical. Através de uma linguagem pop e moderna dá continuidade ao Rock Rural dos anos 70. Traz na bagagem para compor suas canções referências clássicas como Zé Geraldo e Almir Sater e contemporâneas como Tiago Iorc e o duo Anavitória.

A textura de seu vasto repertório autoral parte da junção da sonoridade dos centros urbanos com a do meio rural, fazendo a música pop flertar com o cancioneiro caipira.

 

Vieira acredita no poder do simples e que não há fronteiras que a arte não cruze e pontes que ela não possa construir.

 

Em 2016 lançou seu primeiro trabalho, um EP com oito faixas autorais completamente independente, produzido e gravado por Márcio Campos, seu primeiro professor de música e grande incentivador, figura decisiva para Vieira iniciar sua estrada.

Depois de rodar por vários palcos entre a região de Blumenau/SC e São Paulo/SP, firmar inúmeras parcerias e amizades no meio musical, para 2018 prepara um novo EP que está sendo gravado em São Paulo sob direção e produção do grande violeiro, ator, apresentador e compositor Yassir Chediak. Com participações de grandes músicos do país, o destaque  vai para o apoio e participação especial do ídolo  e amigo Sérgio Reis, ilustrando e coroando a influência da música raiz no Folk de Léo Vieira.

Instagram

  • Viver  bom  Foto via pra avisar do single
  • tbw mineiro com o meu mineiro favorito e com a
  • Mamma dont let your babies grow up to be cowboys
  • Hoje s 18h no meu canal do YouTube newsingle lanamento
  • Vintei!
  • No faz muito tempo eu sonhava em poder tocar no

Assine o newsletter para ficar atualizado